6 common rules on self care books

(para ler em português anda para baixo neste post)

During 2017 self-care books, awareness , or whatever you want to call it, entered into my home for good, it’s a subject that I’m really interested about.

Personally “self-care” is not my favorite term. Translated literally to Portuguese is not a cool term (but in English it’s ok) and when I talk about it to people, they always look at me with that wtf face.

The truth is, fortunately, this is a subject that is getting increasingly more common, stop being a tabu, like healthy food or practicing exercise as a form of improve a balanced life. Those subjects are, now, our reality and not a trend that, like many many others, end up going down. At least, I believe so.

From the books I read trought 2017, and I read a lot, I’ve decided to bring you 6 rules that are common to all of them and that I believe that can improve your life for better.

They are:

Eating well: of course! People, I love food. Like a joke I read somewhere, ‘My superhero is the supermarket”. Knowing that eat is essential for a better life, is the best gift ever. And forget about counting calories and doing a, b or c diets. We should eat what is nourishing for our body and soul. Is you have any doubt you should definitely consult a professional.

Sleep well: this post just gets better han? So, not only you have to eat well, you need to sleep well as well! The trick is to create the necessary conditions for a good night of sleep.

Move you body: it doesn’t matter how, just move your body. The only advice I can give you here is to choose something that you like and makes you motivated, other way you will neglect this, that is a very important point.

Meditate: meditate is a trend! Meditate is the act of slowdown in this crazy world. It is easier than it looks, and harder than it looks.

Gratitude: there is nothing more beautiful than to thank. Do you live in a country without war? Thank for it! Is your family healthy? Thank for it! Do you have potable water? Thank for it! The more you thank, the more you will have to be thankful for.

Living in the present: it looks easy! But the high levels of anxiety are directly  related to the difficulty of living in the present. Trying to anticipate events or having a hard time of letting go the past, limits the capacity of living in the present. Meditate and practicing gratitude really helps to improve this point.

In a next post I will list my favorite books! Do you have questions about this topic, or would you like me to develop more about these techniques? Leave a comment, or send me a message on my instagram!

 

Durante o ano de 2017 os livros de auto-ajuda, ou self-care, ou de tomada de consciência, ou o que lhe quiserem chamar, entraram aqui em casa em força, porque é um tema que me cativa bastante. Pessoalmente ‘auto-ajuda’ não é o meu termo favorito para estes livros. Quem desconhece por completo esta área fica logo com aquele olhar wtf sempre que falo no assunto. 

A verdade é que, felizmente, este é um tema casa vez mais comum, deixando de ser cada vez mais um tema tabu, ou um tema da moda. Tal como a alimentação saudável ou o exercício fisico como meio de atingir o bem estar e promover uma vida mais equilibrada. Estes pontos de foco são agora uma realidade da qual só temos a beneficiar e não uma moda que, como qualquer outra, acabará por passar. Pelo menos eu acredito que sim. 

Dos livros que li durante o último ano, que ainda foram alguns, decidi reunir aqui as 6 regras que lhes são comuns e que podem verdadeiramente mudar a nossa vida para melhor.

  1. Comer bem – ora pois claro! Pessoas, eu sou apaixonada por comida! Ah! Como diz aquela piada seca – ‘o meu herói é o supermercado’. Saber que comer bem é parte essencial para uma vida melhor é só o melhor presente de sempre. Esqueçam a contagem de calorias ou as dietas a, b ou c. Comam o que faz bem ao vosso corpo e à alma também. Na duvida, consultem um profissional.
  2. Dormir bem – este post só melhora! Não basta comer bem, a pessoa também tem de dormir bem? Genial! Para uma boa noite de sono, criem uma atmosfera propicia.
  3. Exercitar o corpo – nem precisa ser atletas de alta competição. Não interessa como, a regra é: mexam-se! O único conselho que dou é procurarem fazer algo que vos dê prazer. De outro modo vão sempre acabar por negligenciar este que é um ponto importante.
  4. Meditar – cada vez mais na berra, meditar é o acto de desacelerar neste mundo de loucos. É mais fácil do que parece e mais difícil do que parece!
  5. Gratidão – não há nada mais bonito do que ser grato. Nem há nada mais simples. Vives num país tranquilo? Agradece! Tens água potável para beber? Agradece! Estás vivo/a? Agradece! Quanto mais agradeceres, mais terás para agradecer!
  6. Viver no presente – parece fácil! Mas os níveis elevados de ansiedade estão relacionados (também) com a dificuldade em viver no presente. Tentar anteceder eventos que nem sabemos se vão acontecer ou ter dificuldade em deixar uma vivência no passado, limitam a capacidade de viver no presente. A meditação e a gratidão ajudam muito, mesmo, a viver no presente.

Num próximo post irei enumerar os meus livros favoritos! Tens questões sobre este tema, ou gostavas que desenvolvesse mais sobre alguma destas técnicas? Deixa um comentário, ou envia-me uma mensagem no meu instagram!

 

Photo by Laurice Manaligod on Unsplash


3 thoughts on “6 common rules on self care books

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s